Entenda o que é a violência doméstica

A violência doméstica pode acontecer com qualquer pessoa, mas o problema é muitas vezes esquecido, desculpado ou negado. Isto é especialmente verdadeiro quando o abuso é psicológico, em vez de físico. Perceber e reconhecer os sinais de um relacionamento abusivo é o primeiro passo para acabar com ele. Ninguém deve viver com medo da pessoa que ama. Se você sofre de violência doméstica ou conhece alguém que está a passar por essa situação não hesite em procurar ajuda.

O que é a violência doméstica

A violência doméstica, também conhecida como maus-tratos, ocorre quando uma pessoa num relacionamento íntimo ou num casamento tenta dominar e controlar a outra pessoa. A violência doméstica inclui violência física, psicológica e emocional. A mais comum é a psicológica, sendo que neste caso os abusos são verbais.

Os abusos servem para um único propósito: ganhar e manter o controlo total da outra pessoa. Um abusador utiliza o medo, a culpa, a vergonha e a intimidação para desgastar o seu alvo. O agressor também pode ameaçar, ferir ou, inclusive, assassinar o seu cônjuge. Infelizmente, abusos que se prolongam por muito tempo acabam resultando no ferimento ou na morte da pessoa visada.

A violência doméstica não discrimina. Ela acontece entre casais heterossexuais ou homossexuais. Ocorre em todas as faixas etárias, etnias e níveis económicos. Apesar de as mulheres serem as principais vítimas deste fenómeno, os homens também são abusados, especialmente verbalmente e emocionalmente, e às vezes até mesmo fisicamente. A grande maioria dos homens vítimas de violência doméstica não denunciam às autoridades os abusos sofridos, principalmente por vergonha.

Os comportamentos abusivos nunca são aceitáveis. Não importa se eles vêm de um homem, de uma mulher, de um adolescente ou de alguém mais velho. Você merece sentir-se valorizada, respeitada e segura. Uma relação conflituosa e degradante não é normal. O normal é existir respeito e compreensão.