Ideias românticas para férias

Se vem à procura de preços de resorts e de conhecimentos sobre quantas refeições terá direito na viagem de avião até ao destino, esqueça este texto. Se chegou aqui com a esperança de ter alguém que decida por si quais as melhores ideias para umas férias de verão românticas, esqueça este texto. Esqueça este texto e talvez seja melhor esquecer todos os outros textos, visto que, se não tem ideias românticas para o seu (sua) companheiro (a), é melhor talvez esquecer o seu (sua) companheiro.

Não leve a mal esta introdução: no fundo, a agressividade vem da paixão. O que queremos dizer é que, apesar de o (a) querermos ajudar, pretendemos que tenha, de início, já alguma chama que o (a) leve a explorar a sua criatividade e romantismo. Tem estes requisitos mínimos? Quer agradar com que consigo partilha a vida, tem ideias mas nunca as consegue organizar de um modo eficaz a agir conforme o que pensou? Então lembre-se deste texto.

Dica número um: conheça os gostos do seu (sua) companheiro (a) – se não sabe do que ela (ele) gosta, nunca vai conseguir conquistar um sorriso de surpresa no seu (sua) coração.

Dica número dois: conheça os seus próprios gostos – não é raro acharmos que gostamos de algo durante anos e depois, quando concretizamos esse sonho, percebemos que nunca daquilo gostámos. Conheça-se, reflicta sobre si. Também isso ajudará à relação.

Dica número três: esteja a par do que gostam os dois em conjunto. Além dos gostos individuais, na relação nascem gostos colectivos, os que nem sequer necessitam do gosto individual. Quantas vezes não ocorre duas pessoas gostarem de fazer uma actividade juntas que, se estivessem as duas sozinhas, nunca fariam? Muitas. Lembre-se disso quando imaginar umas férias românticas a dois.

Chegados aqui, todo um mundo de possibilidades. E o dinheiro não tem de ser nunca um entrave. Se não pode viajar de avião, vá de comboio. Se não pode ir para um hotel, vá para um hostel ou um parque de campismo. Se queria ir ao restaurante chique de que lhe falaram maravilhas mas não tem dinheiro, procure restaurantes típicos locais, que provavelmente não só comerá melhor (e com produtos do lugar) e muito mais barato.

As férias românticas não dependem de preços. E esta não é uma ideia romântica, é real. Precisam, acima de tudo, de duas pessoas dispostas a libertarem-se da vida que levam todo o ano. Atingido esse patamar, qualquer destino, mesmo a própria cidade, pode revelar-se a melhor viagem da sua vida.



GIF Escapadinhas 468 x 60