Saiba o que não deve fazer em uma nova relação

Quando se começa uma nova relação é muito importante ter alguns cuidados para que não saia magoada dela, assim como para não magoar o seu parceiro. É normal que comece esta nova relação com medo de cometer erros antigos ou de voltar a ser magoar, mas tenha calma, nós ajudamos nesta nova fase. Em primeiro lugar é necessário que faça uma introspeção sobre tudo o que correu mal na sua antiga relação, para que na nova relação não aconteça a mesma coisa.

 

Dicas sobre o que não deve fazer em uma nova relação

  • Lembrar do passado: O passado, tal como o próprio nome indica, já passou e não vale a pena estar constantemente a pensar no que se passou e no quanto foi magoada. Tem de olhar para o presente e para o futuro, não deixe o seu passado influenciar o presente;
  • Não saber ouvir e falar: Quando alguma coisa não estiver bem saiba ouvir o seu parceiro e saiba dar sempre a sua opinião. A comunicação é fundamental numa relação, principalmente no início onde deverá dar a conhecer ao seu parceiro quais os seus pontos de vista e não deixar nada por esclarecer;
  • Não dar a devida importância á relação: Não se quer que viva para o seu parceiro, nem que esqueça totalmente os seus amigos, mas é importante que consiga encontrar um equilíbrio entre a família, amigos e parceiro. Colocar uns à frente dos outros, na sua lista de prioridades pode ser muito complicado e trazer-lhe muitos problemas;
  • Tentar moldar o outro à nossa imagem: Quando se começa a namorar tudo é fantástico, ama-se cada detalhe do outro, contudo ao longo do tempo vai-se apercebendo que nem tudo é perfeito. Um dos erros mais comuns é tentar moldar a outra pessoa à nossa imagem, ou seja, quer que tenha os mesmos pensamentos, objetivos, comportamentos que nós temos, é importante que cada um tenha a sua personalidade e é o que torna a relação mais bonita. Claro que existem sempre coisas a modificar, tanto um como outro terão de moldar algumas coisas para que a relação resulte, mas terão de ser os dois e não apenas um. Caminhem juntos e certamente irão se moldar um ao outro, mas sem obrigações;
  • Não façam promessas que não podem cumprir: No início é muito normal fazerem promessas infindáveis e do para sempre, mas tentem ser prudentes nas promessas que fazem. É importante ter sempre os pés bem assentes na Terra e ser realista quanto às promessas;
  • Não confiar: Se está a começar agora uma relação, ganhe a confiança do parceiro tal como ele terá de ganhar a sua, é um processo natural, a não ser que confiem um no outro plenamente, antes de a relação começar. Não deverá, nunca, colocar à prova a lealdade do seu parceiro, isso só trará mais problemas para a relação;
  • Deixar de ser você mesma: Um velho erro é deixar de ver você mesma e deixar de fazer as coisas que gosta, só porque o parceiro não gosta de as fazer com você. Não gosta? Convide uma amiga que goste e faça você sozinha, lá porque namora não tem de andar sempre atrás da pessoa. Deixar de ser você mesma vai prejudicar a relação, pois não se sentirá bem e na primeira oportunidade, na primeira discussão isso vem ao de cima;
  • Ter ciúmes excessivos: Os ciúmes são sempre par integrante de uma relação, é normal tê-los, por alguma coisa se ama. Mas claro que deverão se ponderados, não seja uma pessoa obsessiva, não faça demasiados filmes na sua cabeça, não tente controlar a outra pessoa;
  • Cuidado com a palavra ‘Amo-te’: A denotação da palavra ‘Amo-te’ é muito pesada e importante, por isso é necessário ter muito cuidado com esta palavra. Deverá ter atenção no início da relação pois só deverá utiliza-la quando realmente tiver a certa que esse é o sentimento, não use a palavra em vão. Não se esqueça que os sentimentos em pessoas diferentes nutrem de forma diferente também, ou seja, pode ter sido tempo suficiente para você sentir que ama a outra pessoa e o reciproco não acontecer, mas isso não quer dizer que não gosta de si. Ao longo do relacionamento é preciso controlar a palavra ‘amo-te’ para que não fique banalizada e seja diga só porque sim.